Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Shampoo’ Category

Bom dia, frazets!

Será que vocês ainda lembram de mim? Será que vocês ainda me amam? #mimimi

Eu tenho tantas, mas T A N T A S coisas pra contar que nem sei viu… Eu só queria ter tempo e blábláblá. Não basta ficar longe todo este tempo, quando volto ainda fica resmungando, assim não dá.

Hoje vou falar de cabelos, uma coisa que eu não posso descuidar nunca. Não basta ser cacheado e seco, a louca aqui quer que ele seja vermelho, que é a cor com a manutenção mais agressiva para os fios. Se não cuidar fica pior do que cabelo de boneca velha, vão por mim.

Num desses dias eu tava meio azeda e resolvi passar na perfumaria pra comprar uma sombrinha da Vult porque a equação comprar + gastar pouco + brilhar muito sempre resulta em um humor melhor, fica a dica pra vocês. Mas daí que eu comprei e a menina me deu uma amostra de shampoo + condicionador da Bioderm.

To postando do trabalho 😀

Fiquei mais feliz ainda né, galera? Afinal ganhar amostra também dá um upgrade no humor 😀

Shampoo

Eu considero três tipos de shampoo:

Shampoo anti-resíduos: esse proporciona limpeza profunda e é ideal para ser usado antes de uma hidratação, por exemplo. Mas cuidado, porque ele é mais concentrado e se mal usado pode agredir muito o cabelo. O ideal é usar a cada dez ou quinze dias, para tirar os resíduos de quem usa muito sem-enxágue, reparador de pontas, mousse e todos estes finalizadores.

Shampoo de limpeza: é um shampoo transparente, como aquele da Johnson para crianças, por exemplo, mas você também vai encontrar shampoos de limpeza em outras marcas. É o meu tipo preferido.

Shampoo hidratante: em maioria no mercado, dá pra identificar fácil, porque ele é shampoo perolado ou leitoso, que é o caso do nosso Kerafix. O que muitas meninas fazem é uma pré-lavagem com um shampoo de limpeza e depois outra lavagem com um shampoo de hidratação. Em minha opinião, é o ideal, mas eu tenho preguiça…

Shampoo hidratante

Ele é bem fluido, faz bastante espuma e contém sal. Isso pra mim não é um problema depois que eu vi um post muito interessante da Natura (clica aqui pra ler). Massageei por todo o cabelo e aí começou o desconforto, porque ele limpa de verdade, a fundo, e o cabelo fica meio duro. Você se assusta mas pensa: o condicionador vai resolver.

Condicionador

Condicionador bem consistente

O condicionar é super consistente, daí você passa no cabelo, espalha, massageia e? Nada. Nada de cabelo molinho, quase desmanchando de tanta hidratação. Ele tá lá, duro.

Eu já tava xingando a menina da perfumaria e a décima oitava geração da Bioderm, passei meu sem enxágüe da Surya e? Dureza absoluta, parecia que tinha passado laquê, sintam o drama comigo: cabelo molhado e duro. FUCK!

Então ele secou. Ele secou e… OHHHHHH!

Seco ele ficou solto, macio, brilhoso, saudável. Vou dizer pra vocês que nunca tinha visto um produto agir assim, mostrando resultados só depois do cabelo secar. Da segunda vez que eu usei, a sensação de dureza diminuiu muito, e eu acredito que vá diminuir cada vez mais ao longo do tempo. Curti tanto que voltei na perfumaria pra pedir mais amostras, afinal a minha cara de pau está aí pra isso mesmo e amostras são ideais para levar pra academia.

Lá eu vi a linha pessoalmente e notei que nos potes tamanho normal, tem uma indicação para cabelos cacheados, olha que legal:

A louca do leave in

Vou usar esse também e depois volto com a resenha. Juro que volto 😉

:}

bruh*

Anúncios

Read Full Post »

¡Buenas tardes!

[ estou fazendo um intensivão de espanhol e ando portunholando por todos os cantos, não se assustem… ]

De volta aqui pra mostrar o shampoo do momento, mas antes, queria passar um histórico da minha relação com shampoos, prá vocês entenderem bem o quanto eu me importo com isso e o que eu busco neste tipo de produto, ok?

Meu cabelo foi a primeira coisa com a qual eu passei a me preocupar MUITO. Ele sempre foi cacheado, ou seja, eu passei por aquela fase de querer ele liso a qualquer custo, e quando digo qualquer, incluo passar ferro de passar nele, dormir de touca e passar duas horas por dia fazendo escova.

Daí ele espatifou-se e não era pra menos, afinal eu estava judiando dele a valer sem me preocupar em reparar. Foi quando veio a fase de aceitação, eu olhei pra ele e disse let it be! Mentira, na verdade, eu disse foda-se.

Foda-se a sociedade com seu modelinho de cabelo perfeito e certinho e foda-se a minha neura besta de querer ser igual às outras meninas. Pronto, desprendi a amarra social.

Vejam bem, não estou dizendo que cabelo liso é feio, porque não é. Feio é a gente anular o que a gente é de verdade por um modelo pré fabricado que não nos preenche. Se você tem cabelo cacheado, se joga na progressiva e é feliz, taí a sua resposta, continue feliz de você pra você mesma. Mas se jogar na química só pra estar em linha com o padrão não funciona pra mim.

Só que aceitar um cabelo cacheado num é um mar de rosas e quem tem sabe disso. Tem que cuidar porque se não o frizz domina, os cachos armam e o caos se instala, e com o cabelo no caos a existência não pode ser plena, né? 😀

E na tentativa e erro eu fui à perfumaria. Daí eu descobri que shampoo tem que ser sem sal porque deixa o cabelo mais saudável. Daí eu descobri que tem shampoos com sal que são melhores do que os sem. Daí eu descobri que não preciso usar o shampoo da mesma linha do condicionador. Daí eu descobri os importados, que são caríssimos, mas que por serem mais concentrados e renderem mais,valem o custo.

E continuo descobrindo várias coisas, mas meu mundo parou quando, no freeshop de Puerto Iguazu eu vi este repaz, num canto isolado…

Tinha essa versão, para cabelos tingidos,  e a versão para cabelos danificados. Como boa ruiva de farmácia, não hesitei.

A textura dele idêntica a do Johnson’s Baby Shampoo, aquele neutro amarelinho que a gente usa pra lavar o rosto e etc, sabe? Pois é, mesma cor e mesma textura.  O cheiro é muito suave, muito mesmo.

Deixa os fios limpos e leves, não desbota a tintura e deixa o cabelo macio de verdade, mas eu esperava mais. Pode ser porque a florzinha da Lancome super subiu minha expectativa, mas eu queria que ele fosse o fim definitivo dos meus frizz, e não foi. Mas como nada que eu usei até hoje deu conta dos frizz, isso não pode ser um critério para rebaixar esse produto, que é excelente.

Não paguei caro, só 17 dólares, ainda mais considerando a durabilidade fantástica nesse shampoo que é muito concentrado! Estou usando esse aí há uns quatro meses três vezes por semana e parece que ele nem passou da metade!

Se compraria de novo? Sim 😀

:}

bruh*

Read Full Post »